sábado, 22 de agosto de 2009

Comunicado anônimo

Quando se conheceu aquela pessoa quente,
Quando percebeu-se que o momento era aquele mesmo.
Quando qualquer pudor pareceu nada ser,
Quando a vontade que houve era a de consumar o contato profundo de carnes.

Quando a prevenção não foi a principal meta,
Quando precaução faltou, entre gemidos ardentes.
Quando proteção própria sequer passou pela cabeça,
Muito menos entrou na relação.

É quando o resultado, após semanas,
Foi aquele contrário ao que se esperava.
É quando o diagnóstico parece ser cruel, positivo,
Mas é preciso ser enfrentado (e em alguns casos, eliminado).

É possível reconhecer,
É preciso tratar,
É bom alertar:
Sexo é sem DST!



Campanha “Muito prazer, sexo sem DST", do Ministério da Saúde, sobre a necessidade de a pessoa avisar aquele que é (foi) seu parceiro, mesmo que anonimamente, sobre uma possível contaminação consigo, havida após a relação sexual.

9 comentários:

Ives Nelson disse...

Lindas palavras para algo tão sério, taõ bom quanto a campanha. É isso aí Eli... abração meu rapaz...

PS.: Como é bom estar de volta!

eLi disse...

Assunto sério e ainda cheio de tabus.
As pessoas encaram como algo longe dos padrões de pudor. Então não falam, não abordam.
Ignorância pura e antiquada!

Abração, amigo! Estou apreensivo sobre sua ausência! A gente se fala!

AMARela Cavalcanti disse...

Bela forma de fazer campanha.
Adorei!!!

;)

eLi disse...

É preciso divulgar mesmo, Amarela!

Beijo!
:-]

Vampira Dea disse...

è legal quando passamos menssagens de formas bem diferentes do didatismo chato. Adorei e o recado chega. Sabe também trabalho com esse tema. Um abraço.

Jairo Souza disse...

Vi sobre essa campanha no jornal! Interessante e apropriada!

eLi disse...

Sim, Dea, em situações como essas é preciso sempre abordar de forma a envolver as pessoas: mostrar que a vulnerabilidade está aí para todos, todos os dias. Sem tabus, sem conservadorismo e sem meias-palavras!
Beijo e obrigado pela visita!

Pois é, Jairo. Campanha novíssima, apesar de essa onda de enviar cartões virtuais já tenha passado da moda. Mas a ideia realmente é boa, muito boa!
Abração! (E aí? Como andam as novidades no template para a tua página?!)

Nanuni Kokoritu disse...

Mas que belo texto!
Você está de parabéns

eLi disse...

Poxa, amigo! Obrigado!
Esta causa da precenção eu defendo bem! É necessária e sempre atual!
Abração e ótimo 2010!