quarta-feira, 15 de junho de 2011

Erro

Ela engravidou cedo, de forma inesperada.
Aceitou tudo. Assumiu, levou a gravidez adiante.
Não seria justo culpar o pequeno ser
Pela falta de juízo dela e do namorado.

Cultivou a gestação,
Fez planos diversos,
Esperou, às vezes paciente,
Às vezes na ansiedade total.
Como toda mãe o faz.

Chegou o dia do nascimento.
E mais espera e dores,
A necessidade da cesárea.
Parto tranquilo, afinal.
Um menino.

De volta à casa,
Após pouco mais de um mês
Do nascimento do filho,
Passou a sentir novas dores,
As dores que tivera no parto.

Estranheza e medo do incerto.
As dores persistiram.
Decidiu que iria ao hospital,
O Guilherme Álvaro, em Santos.
Unidade de referência, onde deu à luz.

Mas, antes mesmo da saída de casa,
Ainda no banheiro,
O sofrimento aumentou.
E para espanto dela eram contrações o que sentia.

Foi quando viu, ali no chão
Expulso de seu corpo,
Envolto em sangue e outros líquidos,
Um amontoado de gaze,
Que a fazia perceber,
Que a equipe que realizara seu parto,
Cometera nela
Um erro médico.

6 comentários:

Simone disse...

Que absurdo!!!
Deu até medo de engravidar agora hahaha.
É uma pena que aconteçam esses acidentes, mas uma vez ouvi de uma amiga que é médica... Erro no trabalho é erro no trabalho, mas infelizmente o erro deles pode prejudicar a vida de uma pessoa. Mas concordei com ela, todos nós cometemos erros no trabalho...
A gente, perdendo matéria;
Um padeiro errando o ponto da massa;
E um médico aplicando glicerina líquida na veia de um paciente ao invés de soro, oras!

Beijos.

eLi disse...

Esta questão é real mesmo, Simone!
Erro médico, antes de mais nada, é erro de profissional. E todos erram. Imagine só a pressão com a qual eles convivem o tempo todo?
Mas que não é justo, não é, para ambas partes!

Beijão!

Simone disse...

Já te disse o que sua irmã deve fazer!
E muito obrigada pelos comentários lá no blog!! Sempre muito inteligentes!

Beijos.

eLi disse...

Ah, sim, Si! Valeu mesmo! É sempre bom recorrer a uma especialista!!!

Beijão!
:-]

Ives Nelson disse...

É bom estar de volta! E como sempre brindando-me com excelentes palavras! Beijos!

eLi disse...

Ives!!!!! Menino!!! Ando tão relapso ultimamente que, quando chego aqui, me deparo com belas surpresas como a sua!
Bem vindo de volta, claro e sempre!

:-]