quinta-feira, 7 de maio de 2009

Atentado contra a mãe

Uma aposentada de 64 anos levou três tiros,
Foi lançada em um precipício.
Mas sobreviveu.

Ferimentos nas mãos,
No rosto e na cabeça.
Retornou à margem da rodovia que faz o trajeto Mogi-Bertioga, litoral paulista.

Denunciou quem comandou o atentado:
Sua filha adotiva, de 32 anos.
Ela foi presa.
Acusada de planejar o crime com outras três pessoas.
Que também foram presas.
(Uma delas grávida e terá o filho atrás das grades).

O motivo para matar a mãe foi simples.
Estava em jogo uma fortuna de R$ 580,00,
A aposentadoria da senhora.
Valor que seria dividido entre os quatro.

A mãe ferida, no leito do hospital, relembra todo o carinho,
Amor e dedicação sem limites,
Dados à mulher,
A quem sempre chamou de filha,
Desde os dois primeiros meses de vida.

2 comentários:

Vanessa Dantas disse...

Que coisa mais triste para um começo de semana! Ok, ok, problema meu que não li isso na quinta, data da postagem... ;o)

eLi disse...

Triste é sim. E impressiona.
Infelizmente são coisas do bicho homem! Casos em que não adianta amor, zelo, dedicação.

Beijo!