quarta-feira, 20 de maio de 2009

Um dia no mangue






Registros de uma manhã dedicada a conhecer.
Projeto desenvolvido pelo grupo Caiçara Expedições, em parceria com o Núcleo Regional de Jornalismo Ambiental de Santos e Região.
Jornalistas tendo contato com aspectos da região de manguezal, existente em Praia Grande, litoral de São Paulo.
A grande maioria deles nunca teve contato com qualquer ecossistema.

As descobertas vão desde como remar em uma canoa canadense, até questionamentos sobre a imensidão de novidade viva que se vê a cada parada.

Roteiro de três horas remando em pouco mais de um quilômetro e meio de trajeto, entre São Vicente e Praia Grande.
Instigante e também cansativo. Mas totalmente válido.

Um ronco é ouvido ao longo da região. Perguntam até se seria jacaré. Mas não. São os chamados soluços do manguezal, onde o ar nos buracos feitos pelos caranguejos ressoam toda vez que atingem a superfície.

Guarás Vermelhos (vermelhíssimos), Garças Brancas e Azuis entre outras aves exibem-se aos que chegam para visitá-las.
Em momento de susto elas trocam de lugar, formando no céu um misto de branco, vermelho e azul (chumbo).

As árvores, com raízes à mostra são tão firmes quanto às que conhecemos em terra.

É nessa hora que vemos como somos ligados ao natural, à natureza.

Vemos também o quanto ela é imponente e superior a todos nós.

Eles, aves e vegetais vivem ali, num mundo a parte, sem nunca sair de seu habitat, para incomodar qualquer humano, no perímetro urbano bem ali ao lado.

Já os homens, ao contrário, teimam em invadir, modificar, poluir, degradar e destruir o ecossistema.

























Super fotos da também jornalista Nara Assunção
Confira ainda a matéria na íntegra feita para o jornal Gazeta do Litoral, que está publicada no blog da Revista Jundu.

15 comentários:

Di disse...

Wow, beautiful photos! lovely birds all the way :) This must have been a fun trip, huh?

eLi disse...

Yes, I really had fun! And enjoyed all there!
We could knew much than we did before!
I think that everybody (journalist or not) should have this extraordinary contact!
Beijos, Di!

Vanessa Dantas disse...

Lindas fotos, Eli!
Beijo.

eLi disse...

Lindas mesmo. A amiga Nara soube mesmo captar as cores e diversidades do manguezal.

Beijão, Vanessa!

mara marchesi disse...

Como sou ignorante Eli!!!!! Tinha tanta beleza ao meu lado e desconhecia, morava em SBC, tinha um AP em São Vicente e nunca fui para esse paraíso. Resolverei este problema logo, logo. Obrigada por divulgar.
Beijos,

eLi disse...

Resolva sim, Mara!!!
Mas não se importe, esse projeto mostrou que, infelizmente, muitos de nós somos (sim!) desconhecedores de paraísos naturais bem ao lado de nossas casas! Acredito que a maioria do nosso grupo de jornalistas nunca havia feito algo parecido, mesmo sabendo por alto da existência do local!

Beijão!

ALAN AZEVEDO disse...

As fotos tão lindas,de verdade,e a matéria muito interessante,tá de parabéns!

eLi disse...

Alan, você ia se dar muito bem lá!
Para onde se olha, um quadro com moldura e tudo!

Abração!

Núcleo de Jornalismo Ambiental disse...

Olá Eli. Legal que vc postou no seu blog. Só faço uma observação. A canoagem foi a estreia do projeto Visit.ações, do Núcleo de Jornalismo Ambiental Santos e região (NJA), que capacita jornalistas na área ambiental. Fizemos uma parceria com o Renato Marchesi, do Expedições Caiçaras, para viabilizar o passeio, que foi extremamente proveitoso. Acompanhe nossas ações no http://njasantoseregiao.blogspot.com
Eco_sds. Luz Fernández (NJA)

eLi disse...

Sim, tenho acompanhado o blog de vocês, também.
Como eu disse anteriormente nos emails (que enviei ao pessoal que participou da canoagem, inclusive à Catharina), a matéria especial que fiz foi para o jornal impresso em que trabalho, aqui em Praia Grande. Por conta de falta de acessibilidade de muitos à edição, encaminhei a matéria na íntegra ao blog da Revista Jundu (www.revistajundu.blogspot.com), onde ela foi publicada. Optei por publicar lá, ao invés de colocá-la aqui no meu blog, pois minha página não é voltada a questões ambientais especifica e unicamente (como é o caso da Revista Jundu).
Por conta disso, aqui você encontratá um relato menos informativo, porém com mais destaque para as emoções.

Obrigado pela visita,
Volte sempre!

eLi disse...

Corrigindo...onde está a palavra "encontratá", leia-se encontrará.

Jairo Souza disse...

Mt bonitas as fotoss dos Guaras Eli! Uma experiência dessas é sempre válida!

eLi disse...

Claro, Jairo!
Sempre válida, mesmo os episódios cômicos ou quase trágicos!
Ainda mais para nós, jornalistas, que sempre "temos de saber de tudo"!

Abraço!

Ives Nelson disse...

Esse meu deu saudades da época da faculdade e suas aulas de campo!

eLi disse...

Pensei nisso agora.
Pelo pouco que vi em seu blog, senti a presença forte do natural e do verde.

Abração, sempre!